O clube do livro

Publicado: dezembro 3, 2016 em Contos

Decidiu criar um clube do livro na terça-feira daquele ano que terminava com seis. Um clube do livro de terror, onde as pessoas leriam seus contos preferidos em voz alta, ficariam com o coração acelerado e se tivessem pelos nos joelhos, eles se eriçariam.

Abraçou seu livro preferido quando teve a ideia como se aqueles personagens também fossem amigos seus. Releu suas frases prediletas e decidiu que a reunião aconteceria na livraria que mais cheirava a flor de morto. Anunciou que cada um trouxesse também seu livro favorito.

Esperou horas e teve dor nas juntas, como se a dor viesse em wi-fi. Contou os suspiros que a livreira deu, as vezes que a lâmpada piscou e quando pensou que sua ideia era um fracasso, o primeiro fantasma adentrou.

Era um pouco acanhado e trazia uma cópia amarelada de Lovecraft. Ela se assustou, achou que seu primeiro companheiro seria um ser vivo, mas logo logo acomodou o moço do além e eles ficaram vinte minutos conversando sobre estrutura narrativa e diálogos clichês quando mais um fantasma, agora bambo, entrou.

Veio pelo cheiro das folhas. Disse que do lado de fora da livraria tinha algumas almas penadas que queriam muito conversar sobre uma história de lareira e som. Ela sorriu, já não precisava mais dos vivos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s