Mini conto surreal ou Quando o outro não é nenhum de nós:

Publicado: fevereiro 12, 2012 em Contos

– Quando ele dorme, as unhas crescem pros lados e é por isso que ele acorda com os arranhões no nariz.
– Sei.
– É verdade, eu até trouxe uma das unhas pra você ver.
– A felicidade dos outros é algo realmente indescritível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s