Aos olhos dele

Publicado: dezembro 14, 2011 em Contos

O homem que flutuava não saía 10 metros do chão. Tinha problema de pressão. As pernas inchavam que nem balão hélio. Tentou monte de vezes voar, em vão. Tentou mil estratégias para se agarrar a pássaros, mas eles eram livres demais.

O homem que flutuava tinha às vezes dores na barriga de tanto querer e não saber como fazer. O estômago respondia pressionando os órgãos internos, como se tudo por dentro estivesse solto que nem bolha de sabão na atmosfera.

Às vezes sapateava no ar para tirar poeira dos pés. Às vezes alcançava fruta em árvore e gritava mais alto que outras pessoas porque a voz de cima sempre se propaga no ar. Mas ele nunca nunca conseguiu tocar as nuvens. Dizem que é por isso que ele tem os olhos esbugalhados. Pra tentar ver mais de perto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s