Os olhos negros

Publicado: julho 6, 2011 em Contos

Tateou no escuro para ver se encontrava alguma coisa. Coração acelerado, pupilas dilatadas, dedos ágeis movimentados com destreza. Prendeu a respiração por um segundo quando sentiu que algo se mexia entre seu polegar e o indicador.

Agarrou com ferocidade e levou o que fosse à boca. Ser vivo, tinha certeza pelo cheiro. Mastigou em meio à negritude o corpo anelado. Muito mais do que medo do escuro, tinha medo de passar fome.

Dizem que tinha olhos negros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s