Aquele sem pernas balançantes

Publicado: março 16, 2011 em Contos

Acordou com o dia sobre a cara. Brilhante. Cara de manhã. Milhares de rostos que não iam para lugar algum. Sem expressões. Sem cabelos penteados. Sem olheiras de madrugada.

Esperava pelo momento que se sentiria bem. Plácido. Ouvinte. Tentou nervosamente controlar o cérebro. Mandar ondas para que estímulos fossem respondidos. Não havia nem grilos.

Talvez não houvesse futuro. Talvez só elétrons e química. Talvez Feliz Aniversário fosse palavra vazia. Enrolada em um acentuação paroxítona.

Ele puxou a colcha para perto do rosto. As pernas estavam paralisadas. Como sempre. E nada mostrava o que ele acreditava. Nada mostrava que seu dedo pequeno e imóvel andaria e rodopiaria pelas poças do caos urbano. Nada mostrava que a pulsação constante de ver bolhas azuis e rosas flutuando pelo quarto era resposta invisível. Estava morrendo com seus sonhos, difíceis de carregar, embrulhados com papel crepom e fita adesiva grossa. Tanto roxo pelo ar não fazia nenhum músculo contrariar nem osso algum levantar.

Ouviu o silêncio do nada, aquele que ecoa quando colocamos a cabeça dentro de uma caixa de papelão.  Sozinho no conjugado de sala e cozinha, com uma bicama e uma luminária da Pixar ele ficou a olhar o pedaço de teto branco que poderia cair a qualquer momento. Poderia ser fácil levantar-se a qualquer momento. Poderia ser simples. Poderia ser rápido. Poderia ação levar embora todos as impossibilidades. Ele poderia simplesmente dobrar o dedão.

Mas nem o teto caía, nem o corpo mexia. O vento passava por debaixo da porta, com sua voz e sua vontade de levantar pelos do braço. Apenas isso à quarta potência. Pelos círculos de corrente de ar a fé esmagava um coração. Manter aquecido era muito mais do que ter uma bolsa térmica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s