O homem de Johnny Cash

Publicado: março 3, 2011 em Contos

Quando o homem descobriu que estava fugindo há muito tempo, ele tinha os pés cascudos como inhames cabeludos. Deus havia falado com ele. Disse que ele seria dilacerado quando soubesse das notícias no fim do penhasco. Tinha uma voz suave como acordes de flautistas. Pessoas que tocavam flautas não eram pessoas confiáveis descobriu depois de um tempo.

As flautas que hipnotizavam também liberavam mentiras para que os músicos se protegessem e foi desse tipo de artista que ele teve seu cérebro pinicado. O homem corria do mundo há muito tempo. Mudo. Sem perceber que cedo ou tarde a foice atingiria não só pele, mas vinco e músculo.

Deus estava na ponta da pedra com uma flauta neón. Com o dedo de Deus desenhou palavras no ar. Quando o homem viu as notícias, elas planavam. Não teve tempo nem de voltar. Os acordes da flauta entoaram e conforme a vontade de Deus, o homem teve as costelas dilaceradas por exclamação, hífen e reticência. Não percebeu sua carne se desfazendo nem como os cortes eram divinos e precisos.

Achou que fosse a Morte o objeto de estudo do Ceifador, mas Deus havia enganado de novo. O homem sobreviveu ponto e vírgula. Agora ele escreve em tábuas de pedra com tinta vermelha neologismos 66% do tempo. Dizem que também fez uma tatuagem no pulso e que a letra da música God’s gonna cut you down foi repetida 350 vezes sobre um monte verdinho de algum canto de Baixada não santista.

Ele agora escreve compulsoriamente e não consegue passar momento algum sem mexer as mãos. Tem os tendões inflamados e ganha canetas para que elas fiquem penduradas em orelhas. “Pobre, Deus o atingiu de jeito. E ele nem queria o fogo do Espírito Santo”, foi o que sua mãe disse em entrevista ao Jô.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s