À Deriva

Publicado: dezembro 26, 2010 em Resenhas
Tags:

Muitos dizem que a primeira cena é a que traduz o filme todo. À Deriva é um exemplo. O flutuar na água é o que todos nós queremos. Independente da idade, do sexo, do tempo. É o que o filme respira: o ser humano sempre necessita de leveza.

Relacionamentos. Agressões verbais, o olhar assustado do ser humano insatisfeito. O encantamento. As relações amorosas e a superficialidade humana. O filme de Heitor Dhalia fala sobre como os anos endurecem as relações? Sobre como atrás dos anos se escondem as simplicidades e que são só elas o que se tem em comum? Talvez sim, talvez não.

Passado aos arredores de uma casa de praia, À Deriva é um filme de memórias. Memórias de músicas, memórias fotográficas, memórias de gostos. Memórias das perdas, traições. O julgar.

Fala sobre as coisas que se quebram e que é impossível recuperar. Fala sobre o verão que afunda entre as outras estações. É um filme simples, triste, com uma bela fotografia nostálgica que aborda a forma como nosso caráter e comportamento é moldado através de processos internos violentos. No caso da personagem, Filipa, a violência de crescer e perder a inocência em meio a crise de relacionamento dos pais.

À Deriva chega a ser plástico, sensorial, onde a sensualidade é explorada a cada take feito como um objeto à parte, cheio de significância, com destaque para as cenas externas. Sem nenhuma surpresa no roteiro, o filme se realça pelo estado de encantamento, característica que parece ser uma tendência fílmica contemporânea quando se fala em processos de amadurecimento.

Nessa narrativa, boiar é deixar o corpo à deriva. É agarrar-se aos últimos (e poucos) pedaços encantados de memórias e gestos que não nos deixam ir. Para crescer e ir embora é preciso se desencantar. Mais um filme sobre despedidas e como lidar com isso. Nostalgia em fim de ano não é uma boa pedida para pessoas deprimidas.

Curiosidade: esse filme foi ovacionado em Cannes por mais de 5 minutos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s