O dia em que Israel encontrou Saramago

Publicado: novembro 17, 2010 em Contos

Israel Assad havia conversado com Saramago em um dia de pingos ralos do céu. O escritor chegou em seu ouvido e disse: “Há ocasiões que morreríamos se não chorássemos”. Israel reagiu com um sobressalto e olhos marejados. Debulhou-se.

Debulhou-se como mocinhas dos anos 40. Debulhou-se como meninos que perdem pipas nos anos 70. Debulhou-se como secretárias que cortam as linhas da mão com resmas de papel dos anos 90. Debulhou-se como amores imaginários do século 21. Debulhou-se como experientes provadores de pinga.

Depois levantou, apertou a mão do escritor e disse:
– Obrigado, mas o senhor é quem mesmo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s