Abaixo de água

Publicado: março 17, 2010 em Contos
Quando ela escrevera no invisível ‘Já não sei’, a água tinha subido até os joelhos e peixinhos coloridos davam beliscadinhas em suas canelas. Ela queria gritar ‘Eu sei’, mas toda vez que inspirava o ar para emitir o som, a imagem de um tubarão refreava suas palavras. Era horrível ter certezas. O tubarão era urbano, mas seu coração era subaquático.
Anúncios
comentários
  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk…. mercado baratérrimo!!!!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkquem era urbano e capitalista??? o tubarão ou você??????????????????

  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk…. mercado baratérrimo!!!!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkquem era urbano e capitalista??? o tubarão ou você??????????????????

  3. O tubarão era imaginário. Ela sabia, mas não sabia que sabia.

  4. Walace disse:

    Não entendi muito, mas adorei as palavras, quem sabe eu não passe aqui mais vezes. Boa sorte, e parabéns, ótimo blog. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s