Red Ramshorn Snail

Publicado: novembro 28, 2008 em In English
# Come out! Come out! I know who you are!Natalie Yoseal was surrounded by ancient stones whose top surfaces were covered by salt. Salty is the symbol of purity and sometimes a way to move away bad spirits. She didn’t realize that all the salt that came from the basement was an option that her grandma has chosen to keep her bad spirits away. And that the place she had chosen to do the ritual was a hole one. Just like the basement.

# Come out! Come out! You’re freaking me out!

She was a little girl wearing a red dress, polyester maybe. A girl who was cleaning all the stones. All the salt down.

# Tell me something about you that we don’t know yet.

Kids from the neighborhood in that decade were suspicious of practicing magic. Good or bad, we don’t know. But tough magic. The one that makes your brain goes in an overdriving. Natalie Yoseal was poking the leaves behind the biggest stone.

# À bout de soufflé.

The noise was not loud. It was just like the noise that we don’t listen when a red ramshorn snail moves itself from one side to the other. Slowly. If her grandma was alive, she would scream and say Stop it right now. But nothing or anyone has ever screamed in that place.

# Gross!

It was when she saw it. It was unpleasant and disgusting, but pretty efficient. We don’t know why kids used to do that. Maybe tedium. Maybe curiosity. Maybe stupidity.

# Do you have problems with calling someone up? Hey, look at me! I’m waiting for you for so many minutes! You can not take so long.

It was just a fling. When her eyes met the creature she was sure that she did the right thing. Maybe stupidity has this effect upon people. Especially the naughty ones.

# Ok then. Do I have a wish to come true?

The creature moved from one side to the other. Natalie smiled. It was the last human movement. The creature strangled her. Slowly. Her wish would come true, yeah, but she wouldn’t be able to see it. She had called a shape shifter. Now he would be able to walk away using her human skin. Not gross anymore nor unpleasant, but a pretty young corpse wearing a gorgeous red dress. A freedom spirit. A spot in the multitude.

Anúncios
comentários
  1. towards disse:

    Ahhh! Gosteeei! Muito bom…eu fiquei visualizando a cena na mente enquanto lia…:D

  2. Henrique disse:

    fuck you, i am brazilian! ai anderstende nada!

  3. Henrique disse:

    Saia! Saiam! Eu sei quem você é! Natalie Yoseal foi cercada por pedras antigas cujo início superfícies foram cobertas por sal. Salgado é o símbolo da pureza e, por vezes, uma forma de passar uma má maneira aguardente. Ela não percebe que todo o sal que veio da cave era uma opção que ela tenha optado por manter a avó dela maus espíritos longe. E que ela tinha escolhido o local para o fazer era um ritual um buraco. Assim como o porão. # Saia! Saiam! Você está assustar-me! Ela era uma menininha usando um vestido vermelho, talvez poliéster. Uma menina que estava limpando todas as pedras. Todo o sal para baixo. # Diga-me alguma coisa sobre você que nós não sabemos ainda. Os miúdos do bairro na década que se suspeita de praticar magia. Bom ou mau, não sabemos. Mas dura magia. O que um faz o seu cérebro vai em um distribuições. Natalie Yoseal foi cutucando a deixa para trás a maior pedra. # À bout de sopro. O ruído não era alto. Era um pouco como o ruído que não nos ouvem quando um vermelho ramshorn caracol desloca-se de um lado para o outro. Lentamente. Se a sua avó estava viva, ela iria gritar e dizer Pare com isso agora mesmo. Mas nada nem ninguém jamais gritava naquele lugar. # Que nojo! Foi quando ela viu isso. Foi desagradável e repugnante, mas bastante eficiente. Não sabemos por que razão as crianças costumava fazer isso. Talvez tédio. Talvez curiosidade. Talvez estupidez. # Você tem problemas com alguém chamando para cima? Ei, olha para mim! Estou esperando por você há tantos minutos! Você não pode levar tanto tempo. Era só uma aventura. Quando os olhos dela conheci a criatura que ela estava certa de que ela fez a coisa certa. Talvez essa estupidez tem efeito sobre as pessoas. Especialmente o uns marota. # Ok, então. É que tenho um desejo de se tornar verdade? A criatura movido de um lado para o outro. Natalie sorriu. Foi o último movimento humano. A criatura estrangulou-a. Lentamente. Seu desejo iria se tornar verdade, sim, mas ela não seria capaz de vê-lo. Ela tinha chamado uma forma Shifter. Agora, ele seria capaz de usar a sua distância a pé da pele humana. Nem mais nem bruto desagradável, mas uma linda jovem cadáver vestindo um deslumbrante vestido vermelho. Um espírito livre. Uma mancha na multidão.

  4. Henrique disse:

    eu quero comprar o livro, mas aqui é o blogue de contos, tá com muito sentido lógico! crie um outro blog pra postar ele! É UMA ORDEM !hauahuahauhau

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s