A inconstância da alma selvagem

Publicado: agosto 12, 2008 em Contos
Ela espirrou e… desapareceu com a força.
Anúncios
comentários
  1. Henrique disse:

    Entrei como aqui né?!?!? desesperado como um dalmata babando por toda a tela, isso em menos de um segundo, tudo já estava babado. Derrepende um mulher espirra e desaparece na minha frente! Incrível! Nunca tinha acontecido isso antes!!!!!!!!!!!! Valeu pela experiência, e cada dia de uma forma, é um grande presente que recebo! Perai, vou espirraaar

  2. Pedro Junior disse:

    Goste da inconstância da alma, subjetivo… mas de qlqr forma o teu blos está bem bacana e talspassa lá no me depois t+abraços

  3. Net Esportes disse:

    isso que é espirro !!!! he he he !!! ta muito bom o blog……

  4. O teu blog é uma arraso!!*.* Qta intensidade nos textos! Adorei!

  5. Henrique disse:

    quanta intensidade nesse �ltimo coment�rio! rsrsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s