Elefantes felpudos

Publicado: julho 7, 2008 em Contos

B. havia preparado sobre a cama elefantes de toalha. Arrumados meticulosamente sobre a colcha de 200 fios de algodão. Arrumados em fila indiana, como passageiros suecos ou palitos de dentes em restaurante a céu aberto. Decidiu classificá-los como elefantes-asiáticos, já que suas orelhas eram bem menores que as dos africanos. Curiosamente, ao terminar sua última escultura, ouviu duas vezes a batida na parede.

1.2. Entortou um pouco a cabeça. 1.2. Deu um sorrisinho de leve. 1.2. Pulou da cama. Os elefantes de toalha quase se mexeram. Botou seu órgão que detectava ondas sonoras rente à parede gelada do quarto amarelado. Um conjunto de ukeleles se harmonizou? Pode ouvir um sino, zunidos de metrô. Ajeitou sua orelha para entender melhor. Era uma língua estrangeira? Qualquer música que lembrava orquestra. Qualquer música que lembrava os Bálcãs? Estremeceu. E se fossem terroristas? E se essa música fosse contagem para bombas? Voltou à cama. Ajeitou a tromba do elefante do meio. A eterna instabilidade do colchão.

Enquanto o som invadiu o quarto e B. se escondeu debaixo de seus mamíferos felpudos de toalha, imaginando todas as cenas de atrocidades orientais que tinha visto de manhã pela sua TV digital, misturadas com lembranças de cosquinhas, a vizinha do lado, de joelhos, em sua anatomia notável, batucava com as unhas a lateral do vaso enquanto cantarolava e folheava um gibi da turma da Mônica, infectado.

Anúncios
comentários
  1. Anonymous disse:

    Q PORRA DE TEXTO É ESSA!

  2. Um texto realmente confuso para quem não está afim de ler como vimos acima né. Precisei de algumas leituras a mais. Pelo que vi é um texto meio que criticando o mundo. Principalmente as atrocidades chinesas. Fiquei um pouco confuso e peguei apenas um pouco do que era para ser entendido.

  3. hehehehemuito fofo^^fala coisas na entrelinhas de um texto inocente.se é purramente inocente, então minha mente é q está viciada em ver motivos^^=p=***

  4. Henrique disse:

    Engraçado, quando ouvi o som com meu instrumento de acesso à memórias sonoras, não era som de unhas em vazo, mas depois virou! E é incrível como meu aparelho de detecção de sentidos às palavras de põe de pernas para o ar quando leio os seus contos!Beijo Grande, saudades!

  5. Henrique disse:

    * me põe de pernar para o ar

  6. hi mate, this is the canadin pharmacy you asked me about: the link

  7. jimy disse:

    Tudo oq vc escreve penso em clips como os do Radiohead ou Smashing Punkpkins…Sensacional oq pode fazer com palavras.De mais!!!

  8. 'Ewertoon disse:

    Achei muito bem escrito o seu texto. Você consegue ter uma expansão lexical ótima, muito bom.Aliás, não foi só isso que gostei no seu texto não. Você mescla críticas, de forma a torná-las quase imperceptíveis, e ainda coloca um quê de humor no texto, bem de leve.Gostei muito do texto!

  9. que bom que gostou do quadro..toda quarta tem histórias novas, não deixe de visitar;Dse estiver a fim, topo parceriasó deixa um coment lá que eu linko;DabraçoVisite, comente, adicione, critique:And I Said Goddamn!

  10. Celline disse:

    Interessante e mto criativo…bjo

  11. Henrique disse:

    EU PRECISO MAIS DOS SEUS CONTOSSSSS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s