O alfinete

Publicado: dezembro 13, 2006 em Contos
Ela não conseguia pensar porque tinha uma bola de pensamentos grudada ao ouvido. Pulou, socou, chacoalhou, mas nada acontecia. Sua prima-sobrinha sugeriu um alfinete. Quando ela o usou, o estouro foi tão forte que até hoje há resquícios de bolinhas nas palavras. Dizem que foi daí que surgiu a reticência.
Anúncios
comentários
  1. Este texto é muito bom. É seu ou vc retirou de algm lugar? Se positivo para a segunda opção. De onde? Gostaria de ler mais.Um abraço.

  2. Jeff McFly disse:

    Pô… adorei a forma q vc explicou a origem das reticências… muito bom, menina. parabéns!Se der para dar uma passada lá no de moi, mercy.bjo.

  3. É só vc mandar um e-mail com um endereço para entrega e o tamanho que vc quer.Qualquer coisa entre em contato por: salviano.jr@oi.com.br Um abraço.

  4. é uma boa lenda :)num cunheço essa musica não …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s